Coité - Prefeito Assis na intimidade (Matéria Retrô)


Relembre aqui uma das entrevistas feita com o prefeito Francisco de Assis (PT) e veja que muito do que foi dito realizou-se.

..............................

Ele foi eleito prefeito depois de três tentativas pelo PT, PARTIDO DOS TRABALHADORES. onde juntamente com seu vice Alex da Piatã (PMDB) destronou uma oligarquia que ja durava 40 anos governando a cidade. 3 anos se passaram e muito ja se foi dito sobre a sua gestão. Muitas materias em sites, Tv, jornal, revistas e principalmente pelas redes sociais. Mas o GALO NEGRO resolveu entrar na intimidade do homem que mesmo estando prefeito dispensa honrarias.
Mesmo fora do período eleitoral Assis demostra humildade
Numa entrevista descontraida com o prefeito de Conceição do Coité Francisco de Assis, em seu gabinete  falamos de política, vida pessoal, entre outros assuntos. 

Prefeito pagando seu ingresso em uma partida de futebol na sua cidade.
"Sou prefeito la no Gabinete. Aqui eu sou cidadão como qualquer outro" Declarou ele.

GALO NEGRO - Prefeito qual a sensação de ser chamado de: Sr. Prefeito?

PREFEITO ASSIS - Não me envaidece muito, honestamente falando, eu li um texto do Rubem Alves que se referindo aos políticos ele fez uma analise quando certa vez alguém chamou Jesus Cristo de Bom, e Jesus não se achou digno de ser chamado de bom e disse: “ o bom é Deus.” -  Os políticos hoje gostam e termos como “excelentíssimo senhor”, eu acho isso uma grande tolice. Não faço nenhuma questão de ser chamado assim. Eu sou Assis, Assis da caixa, Assis do PT, o fato de eu estar ocupando o cargo de prefeito não me torna melhor nem pior do que sou.

GALO NEGRO – O Senhor é candidato a reeleição?

PREFEITO ASSIS - Se eu confessasse isso estaria cometendo crime eleitoral, como prefeito eu tento adiar o máximo possível essa questão, e quem esta na oposição tenta antecipar. Vai depender... Se no dia 15 de agosto eu chegar “em” condições e as pessoas que compõe o grupo politico que eu faço parte entenderem que eu deva ser, a gente esta aberto, mas não tenho nenhuma intenção de antecipar, porque temos uma cidade de quase 70 mil habitantes para governa e temos que esta focado na gestão ao invés de já preocupado com a próxima campanha eleitoral.


GALO NEGRO – Em meio às turbulências do seu mandato, e toda uma gestão, logística, finanças, jurídico, direcionamentos internos, externos... Sobra tempo para a família...?

PREFEITO ASSIS – Pouco tempo. A família reclama bastante, mas quando conheci minha esposa eu já era politico, embora ache que ela possa reclamar, mas eu nunca a enganei em relação ao projeto de vida que escolhi. Sobra muito pouco tempo e eu reconheço isso. Todo politico que escolhe a vida publica sofre essa consequência natural.


Papai Assis com Ernesto Luiz, Alice e sua proletária primeira dama Flavia Amâncio
GALO NEGRO – E que lhe trouxe a vida pública?

PREFEITO ASSIS – Eu nunca imaginei ser candidato a nada, mas desde pequeno eu acredito que a gente não se conformava com a injustiça, e quando eu conheci o ideário do Partido dos Trabalhadores eu disse: “Olha eu concordo com isso e quero contribuir com esta causa” e fui participando de uma reunião e de outra, emitindo uma opinião e outra os companheiros acabou me convidando e eu aceitei, mas não foi algo intencionado eu quero ser politico, eu quero ser candidato, ocupar cargos públicos nunca pensei isso. Mas inconformado com injustiças que a gente achava que podia corrigir terminei aceitando.

GALO NEGRO – O Senhor sendo natural de Riachão do Jacuípe, o porquê Coité?

PREFEITO ASSIS – Tentar explicar um pouco isso. Nasci próximo ao povoado de barreiros que embora pertencendo a Riachão do Jacuípe fica 42 km da sede de Riachão e apenas 35 km de Coité, Meu pai é de Riachão do Jacuípe e minha Mãe de Conceição do Coité, e quando eu passei no concurso da caixa econômica eu fiz uma opção de vir trabalhar em conceição do coité, isso foi em 1989 e antes de vir trabalhar aqui eu já passava férias na casa de meu padrinho que era sócio do meu pai em carros de boi puxando cereais do recôncavo aqui para conceição do coité e região, e sempre gostei de Conceição do Coité. Foi isso que me fez escolher Coité para viver e morar aqui.

GALO NEGRO – São diversas acusações do grupo que faz oposição ao seu governo. Prefeito porque ao longo de 3 anos de mandato o Senhor ainda não conseguiu direito de resposta na emissora AM da cidade que pertence a esse mesmo grupo?

PREFEITO ASSIS – Essa é uma questão até emblemática, de como funciona as comunicações no Brasil. O Brasil tem uma imprensa que deve figurar entre uma das piores no mundo. As pessoas recebem uma concessão pública e acham que são donas de uma rádio. E como o grupo político que são meus adversários são herdeiros da arena, do coronelismo, dos tempos cinzentos da ditadura militar, eles acham que a rádio é deles e podem veicular o que entenderem a seu bel prazer, e ai a nossa justiça, e não falo de nenhuma pessoa especificamente falo do nosso sistema judiciário ele é muito lento e acaba fomentando a impunidade a arbitrariedade. Porque se você pede um direito de resposta e isso demora meses, o objeto do pedido já se perdeu completamente porque requer uma velocidade na resposta sob pena de o mal ficar insanado. O Brasil precisa corrigir isso, pois não é uma coisa somente de Conceição do Coité. Acho que é uma vergonha pro município é uma chaga (fenda aberta, algo que produz males ou prejuízos.) ter uma rádio completamente parcial como é o caso da Radio Sisal, mas acredito que com a lei nova de direito de resposta a gente possa ter mais êxito e o que não foi possível nestes 3 anos.

GALO NEGRO – E o senhor vai poder se beneficiar desta nova lei ainda neste restante de mandato seu Prefeito?

PREFEITO ASSIS – Eu creio que sim, tenho procurado transcrever e gravarem áudio as acusações que me fazem, enquanto forem criticas a minha gestão, criticas respeitosas eu admito, isso é natural de quem esta na oposição, agora quando partirem para atingir a questão moral e levianas eu vou exigir direito de resposta e talvez obtenha agora por conta dessa nova lei.

GALO NEGRO – A gente observa que o Senhor não anda escoltado com aparato policial ou segurança particular. O Senhor não se amedronta de uma possível ameaça de dolo ou até mesmo morte por parte de seus opositores?

PREFEITO ASSIS – Eu não posso querer nenhum privilegio, se o cidadão comum não vive com segurança eu não posso querer segurança particular, primeiro acho que não é necessário e repito não mereço privilégio. Meu sobrinho nasceu na maternidade pública, meus filhos estudam numa escola pública, eu uso o meu celular particular para fazer minhas ligações inclusive a serviço do governo, porque entendo que o município não pode me oferecer um celular coorporativo institucional porque a renda mensal do munícipio não me permite, eu sou um cidadão comum entre os quase 70 mil não posso querer privilégios...

Inauguração da Central de Serviços elogiando o vereador Gel de tetê
GALO NEGRO – Para um bom entendedor meia palavra basta. Na reforma e inauguração da central de serviços no Terminal rodoviário aqui de coité o Senhor deu um abraço caloroso no vereador Gel de Tetê e de uma forma entusiasta o Senhor falou muito bem dele. Ele seria o seu candidato a sucessor caso o senhor venha a disputar uma reeleição e saia vitorioso?

PREFEITO ASSIS – Não, não isso é muito cedo... Eu tenho um carinho por toda a minha bancada, porem em especial ao vereador Gel porque ele é um destaque na câmara e é o líder da bancada. Eu ao cumprimentá-lo com mais afeto eu estava ali dizendo que era em nome de toda a bancada.  

GALO NEGRO – Prefeito o seu secretário de Relações Institucionais Danilo, ele demostra ser uma pessoa eloquente e o senhor é uma pessoa mas centrada, analista. Isso dar samba? Combina com o seu perfil?

PREFEITO ASSIS – O Danilo ele é profundamente leal ao projeto de sociedade que nós temos, e isso me torna muito companheiro dele, ele sabe o meu temperamento e nenhum momento ele avança o sinal naquele jeito dele sempre entusiasmado, (GALO NEGRO - SERIA O CACHORO QUE LATE E NÃO MORDE...? “risos”) Danilo é o companheiro necessário, vamos definir assim.

GALO NEGRO – O Senhor é membro do Revolution Reggae certo?

PREFEITO ASSIS – Certo. Sou com muito orgulho...

GALO NEGRO – O Revolution Reggae ainda é visto pela maioria como se diz no termo “xulo” um “rebanho de vagabundos” que não tem o que fazer. Isso não lhe incomoda, o Senhor sendo um dos membros?

PREFEITO ASSIS – Eu lamento que as pessoas que pensa assim não conheça de verdade o que é o Revolution. O Revolution é a periferia que se ergueu que marcha e que defende a dignidade do povo do gueto, do povo preto e pobre descriminado. Acredito que nenhuma entidade em Coité combate mais as drogas do que o Revolution. O Revolution é escolarização, é arte, é cultura, esporte, lazer, o Revolution oferece alternativas para que o povo da periferia não fique refém das drogas e da criminalidade.


Xande para mim é o representante legal do povo negro e periferico da cidade.
GALO NEGRO – Prefeito nos defina sua bancada de vereadores,

PREFEITO ASSIS – Sou feliz com toda a minha bancada. O Xande por exemploé uma figura emblemática oriundo da periferia, representa verdadeiramente o povo preto e periférico da nossa cidade dando-lhes, mas dignidade. O Betão com sua experiência de quatro mandatos conhece muito sobre leis e é um excelente fiscal, o Danilo como já disse aguerrido e leal ao projeto tem demostrado ser um companheiro de todas as horas, o Gel líder da nossa bancada na câmara apesar de novo e primeiro mandato demostra seriedade no desempenho de suas funções, o Zé de Baldoino nos auxilia com seu excelente trabalho na área da saúde cuidando das pessoas, e seu Raimundo com aquele jeito de paizão de todos, um homem bom, um homem justo, quem não gosta do seu Raimundo em...? Admirado por todos pela forma coerente de agir. As meninas Rozana e Analene são pessoas que nos ajuda bastante na câmara. Enfim reconheço que a minha bancada ajuda bastante no Governo da Gente.

GALO NEGRO – O Marco Aurélio assessor para assuntos internacionais da Presidenta Dilma, declarou recentemente pela TV BRASIL, que o PT tem um histórico de se reinventar para os próximo pleitos eleitorais. O Senhor concorda com essa declaração?

PREFEITO ASSIS – Concordo plenamente, a morte do PT vem sendo decretada desde sua origem em 1980, e o PT se renova a cada eleição. O PT tem raízes profundas na sociedade brasileira e tem extraordinários serviços prestados na inclusão social do povo brasileiro. Então por mais que seja perseguido pela grande mídia e por parte do judiciário, o PT é muito forte porque representa como ninguém o povo brasileiro.

GALO NEGRO – Prefeito porque a sua esposa não trabalha no primeiro escalão do seu governo?

PREFEITO ASSIS – Ela tem qualificação para isso, eu até lamento que ela não sirva diretamente no meu governo, mas na minha trajetória politica eu sempre critiquei o nepotismo, então inevitavelmente se ela estivesse no governo eu seria acusado de nepotismo e eu não quero isso. Ela é concursada numa escola estadual e tem duas crianças para cuidar coisas que eu não posso fazer como deveria porque a atividade pública não permite.

GALO NEGRO – O Senhor citou duas crianças é um casal.

PREFEITO ASSIS – Sim. Eu tenho o Ernesto Luiz de 11 anos e a Alice de 9 anos, dois presentes que Deus me deu.
Caso os meus filhos se declarasem "Gays" eu iria apoia-los...
GALO NEGRO – Qual seria sua reação se um deles ou ambos lhe declarasse uma opção sexual diferente da orientada pela família?

PREFEITO ASSIS – Eu iria apoiar, não caberia outra posição minha que não esta. Eu tenho uma clareza muito grande em relação a isso, o que é que as pessoas que se meter numa questão pessoal? Nossas preocupações tem que ser éticas coletivas, o que as pessoas fazem com a sua vida pessoal sem ofender ninguém, sem ferir a coletividade é um problema individual das pessoas, quem se mete com isso esta se intrometendo na vida alheia algo que nunca deu certo não é confortável.

GALO NEGRO – Um sonho?
PREFEITO ASSIS – Uma sociedade menos desigual.

GALO NEGRO – Uma qualidade?
PREFEITO ASSIS – Ser sincero

GALO NEGRO – Um defeito?
PREFEITO ASSIS – Sou muito temperamental. Perco a calma com facilidade, gostaria de mudar isso, mas em 50 anos ainda não consegui...

GALO NEGRO – Um medo?
PREFEITO ASSIS – Eu tenho um medo enorme “de ter medo em continuar com a minha luta...”

GALO NEGRO – Seu time?
PREFEITO ASSIS – Eu Bahia fanático “Bora Bahia minha...rsrs...”

GALO NEGRO – Religião?
PREFEITO ASSIS – Eu sou cristão, um católico não praticante como a maioria dos brasileiros, mas eu me considero cristão. Até porque eu frequento todas as igrejas cristãs por isso me considero cristão.

GALO NEGRO – Acredita em PAPAI NOEL?
PREFEITO ASSIS – Ele existe porem ele não é papai de todo mundo... como já dizia a música: “ eu pensei que todo mundo fosse filho de papai noel...”

GALO NEGRO – Acredita em Bruxa?
PREFEITO ASSIS – Não. Não acredito em bruxa. Acho uma tolice de o brasileiro comemorar uma cultura Anglo-saxônica. Acredito “sim em saci – Pererê.” Acredito na cultura brasileira e tradições brasileiras.

GALO NEGRO – Prefeito o Senhor é romântico?
PREFEITO ASSIS – Sou sim até demais... “O ULTIMO RÔMATICO DA MUSICA DO LULU SANTO rsrs...”

GALO NEGRO – E a dona Flavia confirma isso? ...rsrs...
PREFEITO ASSIS – (rsrsrs... apenas risos).

GALO NEGRO – Cor preferida?
PREFEITO ASSIS – Azul e branco.

GALO NEGRO – Sobre as chuvas que estão degradando as vias públicas. Alguma ação emergencial pelo fato de a oposição já está atacando o governo nas redes sociais?
PREFEITO ASSIS – Estamos aguardando a estiagem para darmos inicio a reconstrução dos estragos deixados pela chuva, isso é natural à erosão do solo etc. porem se fizermos algo agora, dias depois teremos que refazer, então a ideia é aguardar a chuva passar, já sinalizamos as áreas de risco e reconstruiremos assim que a chuva passar, e isso vale também para as estradas.

GALO NEGRO – Prefeito obrigado pelas declarações e deixamos o espaço aberto para o Senhor fazer suas consideração finais?

PREFEITO ASSIS – Eu vou desejar sucesso ao site Galo Negro, acho que tem uma pessoa competente que entende do ramo na condução do mesmo, e vejo que a internet é o futuro da comunicação vocês estão no caminho certo. Desejo vida longa ao site.


Entrevista concedida ao site em: 30-01-2016
Fotos: Divulgação/retiradas da internet
Texto: Ricardo Lima
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário