Santaluz: garis acham bolsa com mais de mil reais na rua e devolvem ao dono


Duas garis acharam no Centro de Santaluz, município localizado na região sisaleira da Bahia, uma bolsa com R$ 1.070 e não pensaram duas vezes antes de devolver o dinheiro para o dono.

A história de honestidade mais bonita que certamente a gente vai ler hoje começou na noite da última sexta-feira, dia 31 de maio, quando o lavrador Petrônio Brito Dias, de 36 anos, morador do povoado Casas Velhas, esqueceu na Praça Ezequiel Cardoso da Costa – ou Praça do Cuscuz – uma bolsa de viagem contendo o dinheiro que ele tinha acabado de sacar em uma agência bancária da cidade para a mãe dele, uma aposentada de 80 anos.


Dinheiro estava dentro de bolsa de viagem | Foto: Notícias de Santaluz

O homem disse que pagou algumas contas no comércio, retornou para a zona rural e só quando chegou em casa notou que havia perdido a bolsa. “O dinheiro é da minha mãe, que tinha pedido para eu sacar na conta dela. Não recordo exatamente o que aconteceu, mas fiquei desesperado quando cheguei em casa e percebi que tinha perdido”, explica Petrônio.

Ainda era madrugada de sábado (1) quando as garis Irenildes Ferreira Lopes e Eliana Santos de Jesus estavam recolhendo o lixo na Praça e encontraram a bolsa em cima de um banco. “Eu bati com o cabo da vassoura pra ver se tinha alguma coisa dentro, depois chamei a colega e resolvemos abrir, foi quando nos deparamos com o dinheiro e ficamos assustadas. Então, ligamos para nossos supervisores e contamos a situação”, conta Eliana.

Irenildes disse que ela e a colega nunca pensaram em ficar com o dinheiro: 

Era o último dia de trabalho de Irenildes antes das férias. Ela disse que apesar de não saber quem era o dono do dinheiro, pensou no próximo. “Tínhamos recebido o salário há poucos dias e era meu último dia de serviço antes das férias. Então, pensei: a gente já conseguiu pagar as nossas contas, mas como deve estar a situação da pessoa que perdeu esse dinheiro? A gente nunca pensou em ficar pra gente [sic]. Eu não conseguiria dormir em paz se não devolvesse ao dono”, afirma.


Para localizar Petrônio, elas contaram com a ajuda do diretor do Departamento de Limpeza Pública da Prefeitura, Lucival Moreira de Matos, o ‘Liu’, e da supervisora Ivanilde Pereira da Costa. Quando foi avisado na manhã desta segunda-feira (3) que o dinheiro havia sido encontrado o lavrador foi até o órgão. “Além de demonstrar honestidade, o que elas fizeram foi muito lindo. A verdade é que ainda existem pessoas boas no mundo”, comemora Petrônio.

Ele disse que já havia até ressarcido a mãe com o próprio dinheiro. “Eu já tinha dado como perdido mesmo, estava pensando que não ia recuperar, mas não achei justo que a minha mãe tomasse prejuízo”, ressaltou.

Liu conta que essa não foi a primeira vez que funcionários do Departamento de Limpeza encontraram dinheiro e tomaram essa atitude. “Teve uma vez em que outros colegas encontraram quase R$ 7 mil nas imediações do Centro de Abastecimento e também devolveram ao dono. A gente fica feliz por trabalhar ao junto com pessoas acima de tudo honestas”, destaca.

Notícias de Santaluz
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário