Coité: Prevenção ao Suicídio foi tema de audiência pública na câmara de vereadores. Advogado do município questiona.



A Câmara Municipal de Conceição do Coité realizou uma audiência pública para discutir a prevenção ao suicídio, valorizando a vida. A sessão Solene aconteceu ontem quarta-feira (25), às 19h, no auditório da Casa legislativa
A Psicóloga Emanuele Lopes abordou o tema de forma sentimental e explicativo.
Evitou apresentar dados, mas deixou-se a disposição para quem desejasse obte-los.

A  iniciativa foi do vereador Ernandes de Tó, que apresentou um requerimento, na última segunda-feira, sendo aprovado por todos os vereadores. Mas só compareceu apenas 06  dos 15 parlamentares. 

O vereador Nêgo Jai declarou que era vergonhoso a ausência dos seus demais colegas numa data e tema tão importante e salutar para o povo de Coité.
"Espero que todos assistam pela internet depois. Porque quem não veio perdeu
a chance de observar um excelente evento."

Vereador Lindo de Neuza salienta a importância de Audiências como esta proposta pelo vereador Ernandes, e parabenizou os envolvidos na organização
Na tribuna o vereador Araujo faz discurso emocionado

Araújo declarou: "Neste sentido, O estado abandona os Policiais. Precisamos ter politicas públicas para que os Policiais tenha acompanhamento psicológico. Afinal somos seres humanos e erramos sim." - Emocionado o vereador Araujo quase veio aos prantos, quando citou um colega de farda que suicidou-se e tantos outros que assiim o fazem. Araujo comoveu a maior parte das pessoas presentes na solenidade.
Sementes de GIRASSOL foi distribuída e incentivado o plantio e cultivo da Flôr
simbolizando  a conectividade com o momento.

Ernandes declarou: "É preciso que tratemos desta temática com maior seriedade. E precisamos entender que politica é um processo de participação. E não de um processo de ausência." Disse. 

Ernandes ainda declarou que a Casa nunca tinha trabalhado em prol de um projeto de sociedade como tem feito a atual legislatura. Porem declarou respeito a todos os presidentes que o antecederam.
A palavra foi franqueada aos presentes que abordaram experiencias vividas
com pessoas que tinham tendencias suicidas, e o que fizeram para ajuda-las.

A palestrante declarou não ter sido acolhida em Redes Sociais, mas agradeceu ao seu irmão e vereador Ernandes por te-la convidada para este evento.


POR OUTRO LADO:

Em suas redes sociais um dos advogados do município Wagner Francesco questionou o fato de em uma audiência publica o vereador Ernandes ter trazido sua irmã como palestrante. "Estamos de olho." - Ameaçou ele.

VEJA PRINT DO QUESTIONAMENTO:



Segue o texto de Wagner Francesco na integra:

"Há um ditado falso que diz que "boas intenções não se discute". É mentira. Se discute, sim. Como dizia Karl Marx: "o inferno está pavimentado de boas intenções".

O presidente da Câmara Municipal de Coité promove uma audiência pública para discutir a questão do suicídio. Em que pese o assunto seja muito importante e o excelente currículo da profissional, há dois problemas aí:

1) Audiência Pública não é para palestras. A audiência pública serve para chamar a coletividade para debater assuntos de interesse coletivo, em razão de alguma proposta que será apresentada pelo Poder Legislativo ou Executivo. Como eu disse: palestra difere de Audiência Pública. São atos diferentes.

2) Chama a atenção o fato de com tanto profissional na região o presidente da câmara convida a sua irmã, que mora em Alagoinhas. Isto mesmo: a sua irmã. O que demonstra que além de confundir Palestra com Audiência Pública, usa a Câmara de Vereadores para promover pessoas de sua família - um claro exemplo de nepotismo.

Então o presidente da câmara além de estar utilizando um meio administrativo equivocado, usa a máquina pública para promover membros de sua família. E mais: a convocação deveria ser institucional e não particular, com a sua logomarca no final. Se ele não sabe, é vedada a promoção pessoal em atos administrativos, o que pode caracterizar Improbidade Administrativa.

É bom ficar de olho porque, se deixar, o presidente da Câmara de Coité transforma a Câmara no quintal da sua casa e usa o espaço público para sua auto-promoção.


O assunto sobre suicídio é importante? É! A intenção é boa? Não sei. Não sei se a intenção é promover o debate sobre o suicídio ou se promover promovendo a própria irmã. Na dúvida, é melhor ficarmos de olho aberto."

fim**


O que é o setembro amarelo?

Setembro é o mês mundial de prevenção do suicídio, chamado também de Setembro Amarelo. Com o Setembro Amarelo, a ideia é promover eventos que abram espaço para debates sobre suicídio, além de divulgar o tema e alertar a população sobre a importância de valorizar a vida.

De acordo com os números oficiais, 32 brasileiros se matam por dia. Essa taxa é maior do que a de vítimas de AIDS e da maioria dos tipos de câncer.

Ligue 188 – O Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente, através do telefone 188 todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, e-mail e chat 24 horas todos os dias.

Por: GN NEWS COMUNICAÇÃO  |  Fotos: Val Pinto
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário